quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Abre essas pernas pra mim, beibe

Sábado, a partir das 22h, no Sincinato.

Velhas Virgens entram no palco à meia noite.

Se eu vou? Olha... juro que vou me esforçar muito pra isso!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Enfim

O Igor foi internado no domingo. Desde então, ele foi emagrecendo, definhando... a temperatura dele se mantinha muito baixa.

Fui de duas a três vezes por dia ao hospital visitá-lo. Magricela, com os olhos bem fundos, ora com soro na veia, ora com medicamento. Os sintomas? Anorexia, desidratação e hipotermia.

A cada visita eu o pegava no colo, conversava com ele e pedia, entre lágrimas, para que ele não fosse embora, pra que ele ficasse firme, porque eu o queria em casa... e ia deixar ele ser um gato obeso, nem ligaria.

Ontem fizeram exame de sangue nele, e foi diagnosticada uma infecção bastante forte. A situação dele era extremamente grave e delicada.

Ao sair do consultório ontem, fiquei pensando: "Será que não é o caso de sacrificar?". Me doía este pensamento, mas também me doía ver o Igor naquele estado, sem forças pra lutar.

Conversei com a Ana Clara e ela, meio a contragosto, concordou comigo. Fazia cerca de meia hora que tínhamos deixado o hospital e eu já estava lá de volta.

Pedi pra Ana esperar na recepção porque o veterinário não conversaria comigo sobre o sacrifício na frente dela.

Assim que eu entrei no consultório, o veterinário olhou pra mim e disse "Não é melhor sacrificar?". Comecei a chorar e disse que tinha ido justamente lá pra falar disso, e que minha filha já estava ciente. Ele me explicou o procedimento e disse que eu poderia assistir a ele dando a medicação.

Não, isso seria demais pra mim.

Assinei a papelada e pedi pra fazermos uma última visita.

Enquanto aguardávamos a liberação, o veterinário nos chamou de volta: "Não precisaremos sacrificar, ele acabou de vir à óbito".

Isso foi ontem, lá pras 20h.

Não consigo deixar de pensar que foi melhor, ele parou de sofrer e eu não fiquei com o pensamento de "e se eu não o tivesse sacrificado, ele sobreviveria?".
Não sou uma pessoa religiosa, mas também não consigo deixar de pensar que enquanto eu pedia pra ele ficar, ele ficou. Quando eu percebi que o melhor era ele ir embora, ele foi.

Sem se despedir.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Triste pra caralho



















Não contei aqui, mas há um pouco mais de um mês adotei um casal de gatos, lindinhos. Não eram da mesma ninhada, o macho é um siamês cinza e a fêmea é uma SRD tricolor. Igor e Nanda.

Ontem à noite cheguei em casa e a Nanda estava pipocando pra lá e pra cá.

- Mãe, cadê o Igor?
- Ah, deve estar escondido em algum lugar, pra variar.

A Ana vasculhou o apartamento atrás dele e o encontrou ao lado da máquina de lavar.

- Mãe, ele não tá se mexendo!
- Pega ele aí!

Coloquei no carro e o levei ao veterinário.

Resumindo, meu gato está internado desde o começo da madrugada, com um quadro bastante grave. Fui visitá-lo agora pela manhã, e o veterinário ainda não sabe dizer se ele vai sobreviver ou não, inclusive porque ainda não descobriram o que ele tem.

Chorei muito ontem e hoje... como a gente pode se apegar tanto a uma coisinha tão pequenininha e em tão pouco tempo?

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Amigo Secreto Blogueiro 2

Meu presente é o mais legal do universo!

Ele tá aqui, ó!

Os comentários dela foram tão bons que não me agüento e até respondo.

Exatamente por isso sou da opinião de que toda mulher merece um Ricardão de R$250, que treme, gira, pisca e geme, encontrado em qualquer boa sex shop.

E tem coisa mais gostosa do que se apaixonar por alguém que nos proporciona fortes emoções?

É gata... posso dizer que sei disso por experiência própria! Por isso que agora dou uma certa "selecionada"! Hahahaha!

A gente já aprendeu, né?


Muitíssimo obrigada, Caroleta! Adorei de verdade!!!

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Amigo Secreto Blogueiro

Finalmente!

Eu não só tirei um blog que fala de tudo um pouco. De tudo mesmo! Eles são um casal. Quer dizer, não é bem um casal. É um casal de amigos. Serve? Donos de um blog à quatro mãos e duas cabeças.






O meu presenteado é o 1 De Nós 2, blog ativo desde janeiro (vai aniversariar!!!) e mantido pela Rafaella e pelo Thunder, amigos, um paranaense e outro gaúcho, mas naturalidades opostas no coração. O Thunder é designer e a Rafa é tecnóloga ambiental (também estudei isso!).

No blog eles falam de tudo, desde vídeos de ótimas músicas até fotinhas bonitinhas de bichinhos nojentinhos; com uma passada em opiniões pessoais e inteligentes sobre milhares de assuntos do cotidiano.

Um aplauso para o nome do blog: tem esse nome porque sempre um dos dois está postando.

Vale a pena conferir! http://umdenosdois.blogspot.com/



Outros blogs que participaram da brincadeira:
Caixa de Sapato _ Trinta e Poucos _ BlogThis! _ Desativado _ Bate Cabeça _ Impressionante _ Paradoxo Neuronal _ Coisas Que Gosto _ Sabor de Cereja_na Copa _ Nepster _ ZineAcesso _ Leio o Mundo Assim _ Entre Fotos e Beijos _ Um de Nós Dois _ Arquivo Abrir _ Desventuras sem Sequencia _ Templates para Novo Blogger _ Um ser tão sonhador _ Visão Panoramica _ Templates Para Você _ Batalha Naval _ Pior _ XGoogle _ Bebendo Fumaça _ Vale do seu Lixo _ Indeiscente _ A Gente ta Bem_Newserrado _ Sweet Madness_Sou Carioca _ Smokimpot_Eu odeio isso aqui _ O Ceu, o Sol e o Mar_Celso Ricardo_ Fronteiras no Tempo _ Séries ETC _ Leonina Digital _ Criativo de Galochas _ Instinto Coletivo _ Já Passou o Tempo _ BGK _ Pix _ Merendinhas _ Torresmo Fresco _ Que Mário? _ Sem Template _ High _ Pop _ Tudo-Ave _ Bravus _ Fester _ Elaborarte _ Edson Zuando Tudo_ Profundamente _ Elfslair _ MCZInfo _ DJ Magu _ Infinitamente _ Mais _ Blogatoa _ Calango 74 _ Agencia FB_Oncioso _ Fabio P _ Conectou _ Do que as mulheres gostam _ Voadora Na Jugular _ Cerebelo na brita _ Sabe de Uma Coisa _ Corpo Digital _ Muita Pimenta _ Viajens da _ Francy _ Olho Junto _ Mundo Veio _ Séries.COM _ Blog Galvão _ Zalmir _ Gordo Nerd _ Não Passei no Vestibular _ Tampa _ Blog_Mente Vazia Oficina_Blog do Hugo _ Igaum _ Esquizonfrenia Virtual _ Feminices _ Brasil do Bem _ Jimmy Neph _ Prove Isso _ Suporte na Web _ TPMulheres _ Malvada _ Utilidade Pública _ Chip Sangrento_ Mulheres Intocaveis _ Blog Pacu Assado _ Super Simples _ In-Versus _ Etc.. _ Doces Doletérios _ Lucas Oliveira _ Quarto Universitário_Chicle de Menta _ Estranhosos_Boneco de Meia_Manual do Big Boss _ Visual Box _ Ferramentas Blog_Matchola _ O Mundo Mágico de Horseman _ Rindo na Net _ Meu lado Doce da Vida _ Cinta Liga _ Magia Downloads _ Ortubes _ Arrupia _ Paulo K _ O Crespusculo _ Quadrideko _ Rafa Barbosa _ Papibakigrafo _ Novo Mundo _ Expresso do Oriente_Carioca no Cerrado _ Restartando_Blog da Reicla _ Rebloggando Requeri _ Rosa Porquinho _ To Na Cola _ O Padre Voador _ Sabrina Mix _ Acumulo de Nuvens _ PlugBr _ Deixa Vive _ Incrivel _ Nem Ri _ Blogueigoo _ Pirajah _ Papo de Bar _ Self Make Man _ Caderno de Uaba _ Advance Unit _ Fio de Ariadne _ Desconspiração _ Devaneio Lucido _ Macacaumor _ Crônicas de uma vida sem Sentido _

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

A alma é curada ao estar com crianças

- Fedor Dostoievski

Depois de uma tarde no parque, com direito a dois McLanche Feliz - para que ela ganhe duas surpresas - estávamos cansadas e felizes. Enquanto eu dirigia, ela deitou a cabeça em meu colo e dormiu com a música calma e o chacoalhar do carro.
Foi um momento raro e precioso, daqueles que nos pegam de surpresa e quase tiram o fôlego.
Ao parar no farol, arrumei seu corpo e tirei seus cabelos loiros do rosto alvo, só para olhá-la. A sujeira e o suor só faziam - estranhamente - aumentar sua aura de inocência e beleza.

Por quê eles têm crescer?

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Caderno de confidências

Kibado da KF, que kibou da Carne.


"Inhaí??"


Nome: pode chamar de :: Luca ::, mesmo

Idade: 20 e muitos anos

Residência: região do ABC - SP

Olhos: castanhos

Cabelos: loiros tingidos de ruivo, coisa que não deu certo e continuaram meio loiros

Altura: 1,63m

Destro ou canhoto? destra

Ascendência? italiana e árabe (nunca reparou no nariz?)

Signo e ascendente? virgem - sagitário

Sapatos que usou hoje? scarpin preto

Fraqueza? minha filhotinha

Medo? do escuro e de raios

Objetivo que gostaria de alcançar? casa própria e 60 kg

Frase que mais usa no MSN? "avá"

Melhor parte do corpo? olhos

Pepsi ou Coca? coca, sempre

McDonald's ou Bob's? Mc com coca

Café ou cappuccino? cappuccino, todo dia

Fuma? 4 maços por semana

Palavrão? todos

Perfume? superstilo (nome brega, cheiro ótimo)

Canta? no chuveiro

Toma banho todo dia? antes do trabalho e antes de dormir

Gostava da escola? adorava

Quer se casar? acho que sim, mas não tenho certeza. Uma bicicleta pode ser mais interessante

Acredita em si mesmo? nem sempre

Se dá bem com seus pais? pai sim, mãe não

Gosta de tempestades? lembra que tenho medo de raios?

Bebeu álcool: hoje não

Fumou: vários hoje

Usou drogas: já, num passado distante

Fez saliência: uatarréu?

Foi ao shopping: detesto

Comeu demais: nem me fale!

Comeu sushi: hoje não, mas adoro

Subiu ao palco: sim, todos os dias

Levou um fora: faz uns dois meses

Fez biscoitos caseiros: só bolo de chocolate

Pintou o cabelo: todo mês, desde os 15 anos

Roubou algo: dois livros

Já tomou um porre: só um... que culminou em telefonema para o ex

Já apanhou: muito

Já bateu: não

Número de filhos: uma, linda-linda-linda

Como você quer morrer: dormindo

Piercings: dói!

Quantas vezes seu nome apareceu em jornal: que eu saiba, nenhuma

Cicatrizes no corpo: todas

Do que você se arrepende de ter feito: quase tudo

Qual sua cor favorita: ESTA

Talento ou habilidade: habilidade

Dia ou noite: noite

Os astronautas pousaram mesmo na Lua ou foi tudo armação: tudo mentira!

O que você tem no bolso: cartões de visita de uns 5 clientes

Falta energia e você não tem um gerador. Isso quer dizer nenhum eletrônico: computador, TV, vídeo, aparelho de som, etc. O que você faz para se manter aquecido, contente e entretido? durmo

O que você jamais comeria: jiló e quiabo

Quanto tempo de TV você assiste por dia? umas três horas

Fale sobre um filme ou programa de TV obscuro e diga por que deveríamos assisti-lo: nem sei!

Fale sobre uma banda ou talento musical obscuro e diga por que deveríamos ouvi-lo: Serj Tankian, cantor "consciente"... muito bom

Se tivesse que escolher, você preferia estar com muito frio ou com muito calor? muito frio

Um dia haverá um evento em sua vida tão grande que lhe arrancará da obscuridade e fará seu nome conhecido em todo mundo. Especule sobre o que vai lhe trazer seus 15 minutos de fama: já tive, num concurso de fantasia no Atchim & Espirro. (deixa quieto!)

Qual seria a sua última refeição se você estivesse no corredor da morte? Lasanha e nhoque

Qual sua lembrança mais antiga: Uma sova no caminho pra escola oO

Se você tivesse direito a 3 desejos, qual seria o terceiro: dinheiro. Muito dinheiro.

Qual seu vegetal favorito? batata

O que você queria ser quando era criança? policial

Qual o seu time, e por quê? Grêmio PoA. Nasci assim.

Qual sua canção favorita no momento? Infinita Highway, sempre

Quando criança, quais eram o seu brinquedo, livro, programa de TV e personagem de desenho animado favorito? Barbie, Flicts, O Mundo de Beakman e Pato Donald

Se você pudesse roubar algo, certo de que não seria pego, o que seria? dinheiro. Dã!

Se você pudesse vandalizar algo sem medo de ser pego, o que seria? o muro da minha mãe

Existe algum assunto do qual você sabe mais do que qualquer pessoa que você conheça pessoalmente? química

Você testemunhou contra a Máfia e tem que deixar o país. Onde você iria para começar sua nova vida, e que carreira iria tentar? qualquer carreira que desse algum dinheiro na Irlanda

De quais eventos olímpicos você gosta mais e menos? gosto de muitos...

Se você pudesse incluir ou criar um novo esporte olímpico, qual seria? truco, dominó e sinuca

O que você está ouvindo neste momento? celular tocando, nem quero atender

Qual foi a última coisa que você comeu? feijoada vegetal e arroz integral

Primeira coisa que você nota no sexo oposto? olhos, sempre

Bebida favorita? coca-cola

Bebida alcoólica favorita? tequila!

Você usa lentes de contato? não

Irmãs ou irmãos: um irmão de sangue e uma irmã de consideração

Mês favorito: Fevereiro

Comida favorita: minha galinhada

Último filme a que assistiu no cinema: não lembro o filme, mas lembro a companhia

Você consegue tocar seu nariz com sua língua? meu nariz é grande demais pra isso

Qual a primeira coisa em que você pensa quando acorda pela manhã? "eita porra"

Como é o seu wallpaper? computador do meu irmão... duas mãos dadas

Sugira algo para ler, algo para assistir: meu outro blog: Do Que As Mulheres Gostam

O que lhe irrita acima de tudo... Aquele momento terrível que faz com que você perca totalmente sua compostura e queira chutar, gritar e bater em algo com um porrete? minha mãe quando me telefona pra encher o saco, minha amiga quando faz cagadas master blaster fodas, aquele cara que me telefona todo santo dia e me manda mensagem todo santo dia

Admita, você não é perfeito... O que você faz e que deixa as pessoas irritadas? igual à KF... sou muito irônica. Até quando não quero ser!

Nasceu em que dia da semana: quarta-feira

Ator favorito? Ewan McGregor

Instrumentos que toca? violão e flauta

Internação em hospital? ixi, perdi as contas! Extração de adenóides, extração de vesícula, parto, isso sem contar o sem-número por crises renais e choques anafiláticos

Religião? tecnicamente budista, mas tenho freqüentado uma igreja evangélica

Qual seu aparelho eletrônico favorito? E qual aparelho você gostaria de ter? adoro meu celular e quero meu notebook

Faltou a clássica: Você é virgem? sim, 2 de setembro

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

(In)Utilidades

Se você ficar gritando por 8 anos, 7 meses e cinco dias, terá produzido energia sonora suficiente para aquecer uma xícara de café.
Não parece valer a pena.

Se você peidar constantemente durante 6 anos e 9 meses, terá produzido gás suficiente para criar a energia de uma bomba atômica.
Agora sim!

O coração humano produz pressão suficiente para jorrar o sangue para fora do corpo a uma distância de 10 metros.
Uau!

O orgasmo de um porco dura 30 minutos.
Na minha próxima vida, quero ser um porco!

Uma barata pode sobreviver 9 dias sem sua cabeça até morrer de fome.
Ainda não consegui esquecer o porco.

Bater a sua cabeça contra a parede continuamente gasta em média 150 calorias por hora.
Não tente isso em casa; talvez no trabalho!

O louva-deus macho não pode copular enquanto a sua cabeça estiver conectada ao corpo. A fêmea inicia o ato sexual arrancando-lhe a cabeça.
"Querida, cheguei! O que é is..." O porco não esqueci.

A pulga pode pular até 350 vezes o comprimento do próprio corpo. É como se um homem pulasse a distância de um campo de futebol.
Trinta minutos...que porco sortudo! Dá pra imaginar?

O bagre tem mais de 27 000 papilas gustativas.
O que é que pode haver de tão saboroso no fundo de um rio?

Alguns leões se acasalam até 50 vezes em um dia.
Ainda prefiro ser um porco na minha próxima vida...qualidade é melhor que quantidade!

As borboletas sentem o gosto com os pés.
Isso eu sempre quis saber...

O músculo mais forte do corpo é a língua.
Hummmmmmmm...

Pessoas destras vivem em média 9 anos mais do que as canhotas.
E se a pessoa for ambidestra?

Elefantes são os únicos animais que não conseguem pular.
E é melhor que seja assim, né?

A urina dos gatos brilha quando exposta à luz negra.
E alguém foi pago para descobrir isso?!

O olho de um avestruz é maior do que o seu cérebro.
Conheço gente assim...

Estrelas-do-mar não têm cérebros.
Conheço gente assim também!

Ursos polares são canhotos.
Se eles começarem a usar o outro lado, viverão mais.

Seres humanos e golfinhos são as únicas espécies que fazem sexo por prazer.
E aquele porco???

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Ixi!

É, sumi. Tá foda. De vez em quando eu ainda apareço... pelo menos tento!
Trampo indo bem, casa indo bem, tudo indo bem... e o coração? Ah, continua palpitando... mas beeem de longe!

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Ai!

Cansada... até larguei a internet!
Tem horas que até dá saudade do messêne, do orkut, dos blogs, das zonas... mas tá difícil. Muito trampo! (ainda bem, claro!)
Enfim... quando o calo apertar, eu escrevo. Só pra variar.
Ah, claro! A Lelê, Leny, a amiga enfermeira... não agüentou a periquita e fez um blog também. Sorriso Bobo. So cute!

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Não quero mais brincar, definitivamente

"Uma nova página... foi o que eu pensei quando voltei a sentar e escrever este texto. Era tudo que eu não queria pensar – abrir uma nova página da minha vida. Não esta. Não uma destas onde você anota 'esquecer' ou 'começar do zero'. Daquelas que você pega a página anterior e marca um grande X anulando o que estava marcado na agenda para aquela data. Depois olha a página em branco à sua frente e dá um enorme suspiro, como quem tenta afastar um mau pensamento antes de recomeçar a escrever. Não, eu não queria isso. Preferia não pensar - e como dizia Raul Seixas, 'se eu fosse burro eu não sofria tanto'."

Recebi isso há muito tempo. Tanto tempo que quase parece outra vida.

E mesmo assim, reflete o meu hoje.

Depois de - não apenas uma, como toda semana - várias "noites das garotas" com a minha metade, o meu lado racional, a minha melhor amiga... eis que na última madrugada, de repente, recebi um chacoalhão como nunca.

"Por que, afinal, você faz isso com você? Você nunca mostra pras pessoas o quão cheia de conteúdo você é! Apenas mostra seu lado mais vulgar..."

Querida... não sei. Sei que poucas pessoas conseguem imaginar duas grandíssimas amigas - quando uma delas sou eu - dicutindo Fidel, DNA e metafísica enquanto fumam, bebem leite e comem bolo de chocolate.

Sei que poucas pessoas imaginam quanta coisa acontece na minha vidinha não-internética (se é que imaginam que eu tenha uma vida fora daqui), e muito menos o peso disso.

É, Lelê... cansei. Cansei de não ser eu mesma, sempre ser uma personagem em busca de sabe-lá-o-quê, que não se abre, não se expressa, não demonstra. Só finge.

Eu costumo fingir ser quem eu não sou. Me coloco como uma mulher forte, independente, que sabe de onde vem e pra onde quer ir... que não se abala quando o assunto é sentimento, e que se move por uma força sexual.

Não, eu não sou isso.

Eu não sou esse ser quase desprezível, que não se importa com os outros, que não quer saber de nada e só quer viver a vida no limite. Pelo contrário.

Acho que no fundo sou apenas uma menininha, presa ao passado, que não sabe como seguir em frente. Que sente - e MUITO! - mas não sabe exteriorizar isso. É frágil, e finge ser forte.

Fingir é sempre mais fácil.

Então... chega de fingir. Não me faz nada bem. Principalmente agora, quando tantos planos podem ter que mudar de repente...

A amiga que talvez não fique por perto - quando o plano era conviver diariamente.
O sentimento que não existe mais - e por isso faz a saudade doer mais.
O coração que chama por um nome - e eu tento mostrar que sou bem mais "descolada" do que uma garotinha apaixonada qualquer.

Sim, eu esqueci o Pedro, de São Caetano. Finalmente. E sim. Admito estar apaixonada de novo.

Finalmente.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Caos

O Du veio pro Brasil essa semana. Deu uma passadinha aqui em casa e volta pra São Bernardo na quinta-feira.
Daí que ele veio. E daí que isso mexeu comigo.
E, claro, não podia resultar bem: um telefonema pra São Caetano e uma tarde de choradeira.
Alguém me empresta uma máquina do tempo?

domingo, 26 de outubro de 2008

A vida encapsulada em uma semana

A vida está me dando tantas opções e tantas possibilidades que nem sei por onde começar. Nem sei por qual caminho seguir.

O que me faz sonhar não está me deixando dormir.

Mas não é um sonho impossível, pelo contrário. É real, e está chegando. Cada vez mais próximo. Fico pensando na acidez dos olhos dele. E minha única incerteza se torna minha maior insegurança.

Eu ainda espero ser salva.



Penso nele e sua perfeição imperfeita. Penso nela e sua perfeita imperfeição.

E me traduzo em ansiedade, cólica e enxaqueca. Me traduzo nele [1], nele [2], nela [1] e nela [2].

Dois eles e duas elas. Quatro pessoas, quatro mentes e quatro corpos. E todos, de alguma forma, interligados.

Quatro pessoas. Três cidades. Dois países. Um coração.

Ele [1], ele [2], ela [1] e ela [2]. Lima, Curitiba e São Bernardo. Peru e Brasil.

Todos se fundindo numa mesma semana. E essa merda de ansiedade que não passa.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Entrevista da santa que há em mim com a putinha que há em mim

- Bem, minha querida, podemos começar?

- Você não sabe o prazer que eu sinto, minha querida, de estar com você, apesar de nossas divergências. Vamos ao ponto, quero dizer, ao sexo...

- Meu anjo - se é que posso lhe chamar assim - não entendo esse seu jeito tão objetivo de entender o amor.

- Porque é simples! A gente nasce, cresce, escolhe um homem entre milhões de outros e casa com ele! A paixão é o sentimento de escolha de um entre milhões de homens, por isso é lindo. E escolheu, está escolhido. Aí a gente tira isso da cabeça porque dá um trabalho danado e vai cuidar das outras coisas: fazer uma casa bonita, ter filhos, profissão, ganhar dinheiro, pagar as contas em dia e tudo isso, uma delícia!

- Putinha, 27 anos, mulher. Quero trepar. Não penso em mais nada, quero trepar o dia todo. Não é de escolher que eu falo, é de sexo, já ouviu falar? Adoro quando alguém fica com tesão por mim e vice-versa. Eu me sinto muito atraída por ele próprio em si, em pessoa, o Pau. Ele tem algo de místico. É um guru calado. Que eu amo, independentemente do que está por trás. Que, aliás, em geral são pessoas chatíssimas, minha santa.

- Como adivinhou meu nome? Putinha, você está perdida. O mundo moderno te corrompeu. O sexo em si não é nada. Todos os homens são iguais, quer dizer, mais ou menos iguais e fazem as mesmas coisas, isto é, mais ou menos as mesmas coisas. O sexo é apenas um meio de comunicação entre as almas. O diálogo começa na prosa, depois se aprofunda, vira poesia, depois beijo,sexo e até filhos. Meio de comunicação.

- Como o telefone, o automóvel ou o fax? Senhores, não escutem nada do que esta débil mental emite. Isto não é uma mulher, é um freezer. Quem disse que eu não amo, santa! Deixa de ser burra, eu amo todos, um por um, louca e fielmente. Não posso ficar com um homem só. Neurotiza, asfixia, engorda, enfeia...

- Em primeiro lugar, não me parece que eu esteja assim tão neurótica, asfixiada, gorda e feia.

- Você vai ver daqui a uns anos.

- Agora chegamos ao ponto. Querer amar vários homens ao mesmo tempo não faz sentido, é querer seguir vários caminhos ao mesmo tempo, estar em duas camas ao mesmo tempo, é impossível. Pular de uma para outra é uma trabalhadeira, um inferno, é largar um homem para ficar com outro, depois outro, depois outro, é um lugar comum, é o que todo mundo faz, é repetir a mesma história, perder a chance de um aprofundamento, perder o jogo...

- Você deve ser péssima de cama.

- Mas atualmente é a mim que eles preferem, embora eu reconheça que você teve a sua época. Atualmente você os deixa inseguros, ciumentos e com medo de pegar Aids.

- Vamos parar de brigar! Temos que chegar a um acordo, antes que viremos sapatões! Talvez um dia, minha santa, olha que lindo!, eu consiga ficar tão puta, mas tão puta, putérrima, putéssima, metafisicamente putona... que eu vire uma santa.

- Ah, com que emoção eu ouço isso! Porque às vezes eu também penso... em ser tão pura e imaculada, bondosa e generosa, que acabe virando a rainha das putas! Com o homem que eu amo, claro.

- Já seria alguma coisa, afinal não se pode ter tudo. Me abraça , amiga.


** texto adaptado de Maria Mariana **

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Teste de Personalidade

Tipo assim... sou eu certinha! Medo!

Seu modo principal de viver é focado externamente, de onde você absorve os fatos primariamente através de sua intuição. Seu modo secundário é focado internamente, onde você lida com as coisas de acordo com a maneira como você se sente quanto a elas, ou de acordo com a maneira com que elas se encaixam no seu sistema de valores pessoais.

Você é uma pessoa calorosa, entusiasmada, tipicamente muito inteligente e cheia de potencial. Você vive num mundo de possibilidades, e pode ficar muito apaixonado e entusiasmado com as coisas. Seu entusiasmo dá a você a habilidade de inspirar e de motivar os outros, mais do que é constatado em outras pessoas. Você tem a habilidade de conseguir o que você quiser com o seu papo. Você ama a vida, vendo-a como um dom especial, e luta para tirar o máximo proveito dela.

Você tem uma variedade incomum de habilidades e de talentos, e é bom em quase tudo o que te interessa. Orientados a trabalhar com projetos, você pode acabar encarando várias carreiras diferentes durante sua vida. Para quem observa de fora você pode parecer perdido e sem objetivo, mas é na verdade muito consistente, pois possui um senso de valores que você utiliza como uma lei que rege a sua vida. Aliás, tudo o que você faz deve estar alinhado com seus valores. Você precisa sentir que está vivendo sua vida como você mesmo, andando de acordo com o que você acha certo. Você vê significado em tudo, e está numa batalha contínua para adaptar sua vida e seus valores para conseguir atingir uma paz pessoal. Você está sempre ciente e inclusive preocupado em perder contato consigo mesmo. Como a empolgação emocional é normalmente muito importante em sua vida, e como você está sempre focado em estar com sua vida alinhada, você acaba freqüentemente sendo um indivíduo intenso, de valores altamente desenvolvidos.

Você necessita se focar em terminar os projetos que você começa. Este pode ser um grande problema para você. Diferentemente de outras pessoas extrovertidas, você precisa de tempo sozinho para encontrar seu equilíbrio, e para ter certeza que você está em sintonia com seus valores. Se você se mantiver equilibrado, é muito provável que você tenha obtenha sucesso em seus projetos. Então, não caia no hábito de sair rapidamente de um projeto quando você se animar com uma nova possibilidade, pois você pode acabar nunca atingindo os grandes objetivos que você pode atingir.

Você tem uma ótima capacidade de lidar com as pessoas. Você é genuinamente caloroso e interessado por elas, e coloca uma grande importância em suas relações com os outros. Você quase sempre tem uma grande necessidade de que os outros gostem de você. Especialmente numa idade mais jovem, pessoas como você tendem a demonstrar entusiasmo excessivo para com outras pessoas, exagerando no esforço para ser aceito. No entanto, assim que você aprender a equilibrar sua necessidade de ser verdadeiro para consigo mesmo, com sua necessidade de ser aceito pelos outros, você se tornará ótimo em trazer à tona o melhor que cada pessoa tem a oferecer, e será bem aceito por todos. Você tem uma habilidade excepcional de entender intuitivamente as pessoas após pouco tempo, e de usar sua intuição e flexibilidade para se relacionar com os outros no nível deles.

Por viver num mundo de possibilidades empolgantes, os detalhes do dia-a-dia são vistos como desagradáveis trivialidades. Você não coloca importância em tarefas detalhadas e de manutenção, e freqüentemente nem está ciente dessas questões. E quando você realmente tem que realizar essas tarefas, você não tem prazer em fazê-las. Essa realmente é uma área desafiadora para as pessoas como você, e pode se tornar algo frustrante para seus familiares.


Se você acabar indo para o “mau caminho”, pode se tornar um tanto manipulador – e muito bom nisso. O talento de ser persuasivo com o qual você foi abençoado faz com que você consiga o que quer de maneira natural e fácil. Porém, na maioria das vezes você não irá abusar destas habilidades, pois estas não se encaixam com seu sistema de valores.

Às vezes você também comete erros de julgamento graves. Você tem uma habilidade incrível de perceber intuitivamente a verdade sobre uma pessoa ou situação, mas quando você aplica um julgamento à sua percepção, você pode chegar a conclusões erradas.

Se você não aprender a levar as coisas que você começar até o final, você pode encontrar dificuldades em se manter feliz em casamentos. Sempre vendo as possibilidades do que pode ser, você pode se cansar do que realmente é. O forte senso de valores irá te manter você dedicado às suas relações. No entanto, como você gosta de um bocado de animação na sua vida, se dará melhor com pessoas que se sintam confortáveis com mudanças e com novas experiências.

Ter uma mãe como você pode ser uma experiência muito divertida, mas pode ser uma experiência estressante para crianças com fortes tendências concretas ou de organização. Estas crianças podem ver seus pais como inconsistentes e difíceis de entender, à medida que são carregadas por esse redemoinho que é a vida da mãe. Algumas vezes você desejará ser a melhor amiga de seus filhos, e em outras vezes fará o papel da mãe autoritária. Mas você seu sistema de valores é sempre consistente, o que impressionará suas crianças mais que tudo, juntamente com sua simples felicidade de viver.

Você é basicamente uma pessoa feliz, mas pode se tornar infeliz se confinado a horários estritos e a tarefas mundanas. Consequentemente, você trabalha melhor em situações onde você tenha muita flexibilidade e onde você possa trabalhar com pessoas e com idéias. Uma ótima idéia seria a de você abrir seu próprio negócio! Você tem a capacidade de ser altamente produtivo mesmo com pouquíssima supervisão, apenas necessitando que você esteja entusiasmado com o que você está fazendo.

Por ser tão alerta e perceptivo, constantemente analisando o ambiente ao seu redor, é bem provável que você sofra de tensão muscular. Você tem uma grande necessidade de ser independente, e resiste a ser controlado ou rotulado. Você precisa manter o controle sobre si mesmo, mas não acredita em controlar os outros. Sua necessidade de independência e de liberdade se estende tanto a si próprio, quanto aos outros.

Você é uma pessoa charmosa, engenhosa, que se arrisca, sensível, voltada às pessoas, e com capacidades de todos os tipos. Você tem muitas qualidades que irá utilizar para se satisfazer na vida (e também àqueles próximos a você) se conseguir se manter equilibrado, e dominando sua capacidade de levar até o fim o que você começar.


** Não é à toa que meu pescoço tá duro desde terça-feira! **

domingo, 12 de outubro de 2008

Feliz Dia das Crianças!

(post programado)


Fala sério...quem nunca ficou esperando o Dia das Crianças ansiosamente só pra ganhar aquele brinquedo batuta que tanto queria?

Minha infância... tem tantas hitórias pra contar... tem bonitinhas, mas prefiro contar as bizarras mesmo (tadinho do meu irmão!)

Das pessoas que aparecem por aqui, contabilizo duas que conhecem meu irmão. Ele é um cara inteligente, bonito, simpático (e isso não é melação de cueca - se ele não fosse meu irmão eu tentaria pegar lindamente!). Mas... coitado, é caçula. Quatro anos mais novo.
Até os meus 15-16 anos eu fazia dele gato e sapato. Ele brincava comigo de escolinha, chazinho, casinha e até fingia ser um "baixinho da Xuxa" quando eu dublava a lôra. Ele fazia isso, ou apanhava. Muito.

Houve a vez em que eu maquiei ele como se fosse uma menina, a vez que cortei a franja dele, a vez que enchi uma taça de cristal com cola branca e ele levou a culpa... Mas as melhores histórias são:

• Dei um chupão na bochecha dele. Chegou a ficar verde... e ele foi pajem num casamento com aquela barata no rosto.

• Saí correndo pela casa atrás dele com uma faca. Enorme. Ele se escondeu atrás da cortina (!) e eu fiquei fazendo terrorismo com ele. ("Quando você sair daí eu vou te mataaaaaar!!!" - só por diversão)

• Cuspi dentro da boca dele. Eu o prendia embaixo de mim e ficava fazendo uma espécie de "fio de baba". Soltava a saliva bem devagarzinho e quando já estava aquele fio bem comprido, chupava de volta (tá, master nojento, eu sei). Desta vez, ele se batendo e gritando... a baba caiu e... >PLUFT!<, lá dentro.


fotos velhinhas, eu ainda usava aparelho e ele tinha cabelo



** Sim... eu vou pro inferno... **

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Vamos brincar também?



"Faz tempo que não lanço nada em nenhum blog, nunca lancei nenhum bloghit, nunca comecei nenhum MEME que seja. Acho que deve ser por que nunca achei nenhuma ideia realmente proveitosa e prática, então as ideias que eu tinha foram parar no lixo por serem muito difíceis de executar.

Mas agora me surgiu uma ideia que, além de ser prática vai trazer uma maior interação entre todos os blogueiros que estiverem afim de participar. Estamos chegando no final do ano, próximo do Natal e Ano Novo época em que acontecem os famosos “Amigo Secreto” ou “Inimigo Secreto”, uma coisa que todo mundo já participou ao menos uma vez na vida, então isso facilita as coisas para mim.

O Amigo [Inimigo] Secreto constitui de apenas algumas coisas:

• Participantes
• Sorteio dos Amigos de modo secreto
• Distribuição dos presentes.

Simples, fácil e não faz sujeira alguma. A idéia é a seguinte:

Acabei de criar um grupo no site AmigoSecreto.com.br, que é destinado ao sorteio automático dos amigos de forma secreta, para que não haja marmelada. Infelizmente o cadastro deles é um pé no saco, tenho que ser sincero, mas é a unica forma que encontrei para que o sorteio fosse feito de forma rapida e honesta.

Quem desejar participar do Amigo Secreto Bloggers, basta que deixe um comentário nesta postagem com o seu nome, e-mail e blog, dizendo que deseja participar do Amigo Secreto e fazer um post para confirmar a sua participação. As unicas coisas que são preciso ter é: E-mail e Blog, pois sem e-mail não é possivel cadastrar no grupo e sem blog você não poderá presentear o seu amigo. O convite para a participação do grupo será enviado por e-mail, e as inscrições serão aceitas apenas até o dia 30/10 apenas.

Os presentes não serão coisas materiais e sim postagens em seus blog’s sobre o amigo blogueiro que você tirou, falando sobre ele ou até mesmo sobre o blog, seja com texto, montagens com fotos, ou o que deixaria tudo mais interessante, um video com você falando sobre o blog.
As inscrições serão aceitas até o dia 30/10 apenas por que o sorteio dos nomes será feito no dia 01/11, pois a entrega dos “presentes” será no dia 25/11, então teremos 25 dias para a montagem do post-presente, assim todos poderão pensar em algo inteligente para postar sobre o amigo-blogueiro.

Os comentários estão abertos para que TODOS participem, não vai doer nada e não vai custar nada também, então não sejam chatos e participem, para que tenhamos uma blogosfera mais unificada.

Uma idéia Anti-Social que merece ser Blogada®"

** Texto de Douglas, que continua anti-social. **

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Outra carta

Aquele que um dia chamei de "Mori",

Você disse que estava com raiva. Então prepare-se, porque com raiva você vai ficar ao terminar de ler isto, que eu escrevi pra você - e não faço nenhuma questão de esconder.

Tentei ainda dar um final doce à nossa história. Mas não. Com você tem que ser na pedrada. Como quando eu não quis que você me acompanhasse na noitada com minha amiga e a noite terminou comigo te deixando em plena Brigadeiro Faria Lima às 4h da manhã.

Chega. Pelo amor de Deus. Por amor à tudo aquilo que um dia tivemos. Chega.

Entenda uma coisa básica: eu não sou você. Não penso como você, não sinto como você e não, eu NÃO estou fadada a ficar sozinha, me esgueirando pelo mundo como uma sombra fétida e mal-amada.

Não mesmo.

Temos uma diferença muito simples, chamada "amor-próprio". Eu o sinto, pulsando em mim, eletrificando minhas veias, exalando pela minha pele. Você não, eu duvido que o tenha.

Por favor, chega. Isso já está virando uma tortura.

Não, eu NÃO te amo, eu NÃO te quero e eu NÃO sinto sua falta. Tudo isso porque um dia você resolveu insistir. E insistiu, insistiu, até quando eu disse "chega" pela primeira vez, você insistiu. E, recentemente, quando fui o mais clara, honesta e sincera possível - dizendo que já era passada a hora de sairmos um da vida do outro - mesmo assim, você ainda vem, me visita e faz comentários de quem pensa ser o dono da verdade.

Você pode ser dono da SUA verdade. Não da minha. Nunca.

Portanto, estou pedindo, mais uma vez: CHEGA! Saia da minha vida, me deixe sair da sua... e não me venha com conversas de livros de auto-ajuda como "somos iguais, nosso destino é ficarmos sós" ou "depois que a sorte é desprezada uma vez, ela pensa duas vezes antes de voltar".

Já disse: meu destino não é ficar só. E a sorte está sim ao meu lado, afinal, estou irremediavelmente apaixonada por um Homem (com H maiúsculo e em negrito mesmo) e, mesmo assim, continuam aparecendo homenzinhos como você, que se julgam melhores do que os outros, mais inteligentes, mais experientes... e não têm nada a oferecer, além de um passado amargo, um colo carente e um coração inseguro - e uma ligação no dia seguinte ao de ter sido deixado na Brigadeiro... pedindo desculpas! Se eu quisesse alguém como você ao meu lado, não me faltariam opções.

Mas eu simplesmente NÃO QUERO.

E, pela última vez: fica com Deus. Alivia teu coração. E me deixa viver em paz.

sábado, 4 de outubro de 2008

Cansada de Viver Apenas Para Morrer

A noite me chama e eu não sei se atendo ao pedido dela.
O telefone cria vida em minhas mãos, apenas esperando um sinal seu.
O carro pede pra correr pela estrada à sua procura.
O que eu tenho feito, afinal?
Onde quero chegar?
Quando vou parar?

Não sei.

Tentei. Juro que tentei. Me envolvi com quem não devia, e ele não merecia passar por isso. E quando estávamos a sós no carro, no quarto ou onde quer que fosse... quando ele me beijava, me tocava... eu não queria que fosse ele quem estivesse ali. Eu não quero ninguém que não seja você.

Mas eu fiz tudo errado e te deixei muito confiante.

O que eu quero é muito simples... quero tudo o que você pode me oferecer. Não é muita coisa, eu sei, você sabe... todos sabem. Mas é aquele "pouco suficiente".

Meus sorrisos se abrem facilmente, meus olhos brilham à toa e as borboletas voam em meu estômago. Só por sua causa.

Não me interessa o que os outros pensam ou dizem.
Eu quero atender ao pedido da noite.
Eu quero o telefone vivo com sua voz.
Eu quero pegar a estrada e ir ao seu encontro.

E eu estou te chamando agora.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Se apaixonar é sempre bom. Mesmo que pela pessoa errada.

Pensando bem, em tudo o que a gente vê e vivencia, ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar, é na verdade a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.

Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor.
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar que é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira.

A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.

Essa pessoa vai te fazer chorar mas uma hora depois estará enxugando suas lágrimas. Essa pessoa vai tirar seu sono mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível. Essa pessoa talvez te magoe e depois te encha de mimos pedindo seu perdão. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado mas vai estar 100% da vida dela esperando você, vai estar o tempo todo pensando em você.

A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo porque a vida não é certa. Nada aqui é certo. O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo. Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo. E só assim é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus deu tudo certo", quando na verdade tudo o que Ele quer é que a gente encontre a pessoa errada para que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente.


* autor desconhecido *

sábado, 27 de setembro de 2008

Carta

*Moço do sorriso insuportavelmente lindo*,

Tá, eu sei. Sou uma tonta, besta, idiota, estúpida...

Depois de mais de um ano sendo a "outra", o *um* resolveu que quer ficar comigo. E na mesma semana, o *outro* também resolveu que quer dar um passo adiante na relação. Eu, cabeça-dura que sou, saí correndo. Dos dois.

"Por quê??" você deve estar se perguntando.
Porque nenhum deles é *você*. Simples assim.

Ainda me pego procurando seus olhos cítricos, seu sorriso aberto, seu cheiro achocolatado, seu humor afiado e suas mãos firmes em outros. Mas não adianta. Nenhum deles é você.

Você não está lá.

Nem aqui.

Eu sei que você está seguindo sua vida e que fui eu quem te pediu isso. Eu sou covarde, hipócrita e insegura. Não sei ir atrás do que quero, e nem sei se quero ir atrás de você. Que grande paradoxo: te quero aqui, ao meu lado... mas me proíbo de te mostrar isso.

Que droga, ainda sinto sua pele e ouço sua voz. Velho idiota!

E ainda me pego me perguntando: "Será que ele lerá isso aqui? Será que, de alguma forma, ele encontrará o caminho que o faria ler meus pensamentos e sentimentos - tão puros e impuros - que se dedicam apenas à ele?"

Meu corpo não tem dono, mas minha essência... ah, essa é só sua. E de mais ninguém.

Apenas queria sentir o seu beijo... só mais uma vez.

Com toda a paixão que cabe em mim,

Luca.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Pés descalços

Ontem comprei um presente pra *ele*. Não que eu vá dar, o que vale é a intenção. É o presente *dele* que estará comigo; sei lá pra quê e sei lá até quando.

É isso que dá se apaixonar por alguém que é igualzinho a mim: sem eira nem beira, que nenhuma coleira consegue segurar.

Quero evitar qualquer momento de sem-gracice quando o diabo da realidade enfiar o tridente na nossa carne, nos deixando ali parados, juntos, com cara de idiotas. Quero ficar aqui neste momento e nunca ir a outros lugares, onde a gente não sabe o que dizer nem o que fazer.

- É que... eu queria que as coisas não fossem assim. Queria que fossem bem diferentes. Antes eu não tivesse entrado na sua vida. Não queria ter que passar por nada disso. - as palavras esguicham da boca dele, feito leite derramado. - E eu queria que você estivesse comigo e não com aquele outro cara. Eu queria que fosse minha pele que estivesse tocando a sua.
- Ai... ai...

Balançamos os pés.
Fico olhando pra eles, e olho pro jeans nas pernas de quem está ao meu lado.
Ficamos lá sentados.
Eu e ele.
E a sem-gracice.
Espremida ali, bem entre nós.

- Pôxa, você é meu melhor amigo.
- Eu sei, Luca.

Essas palavras podem matar um homem.
Não precisa nem de arma.
Nem de balas.
Só das palavras e de uma mulher.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Detesto seu sorriso insuportavelmente lindo

Qual é o sentido de perder? Porque eu perdi. Perdi o caminho que fazia para chegar à minha casa e estranhamente escolhi outro que me leva a você.

Meu orgulho e aquela batalha que travei tentando não gostar de você? Falhei.

Perdi minhas noites, perdi alguns objetivos. Perdi amigos, amantes e possibilidades das quais sentirei falta, mas nada se compara a falta que você vai fazer aqui. Perdi minha segurança, perdi meu pé do chão. Perdi os meus sentidos, estão todos em você. Perdi a cabeça, perdi meu coração.

A única coisa que não perdi foi meu medo.

O medo que tenho de te perder. Porque eu sinto que a cada vez que me aproximo, você arruma uma desculpa para ir embora. E eu não quero ir embora, quero ficar aqui, segurando a sua mão, deitada no seu peito porque travesseiro melhor não há, te fazendo carinho até você dormir.

Ou então, ficar aqui, em pé na sua porta tentando achar um jeito de abri-la só para te ver sorrir um pouco.

Sabe? Tenho medo de são ser a garota que vai te ligar todo dia só pra ouvir o seu ‘alô’ e depois desligar sem responder. Medo, também, de não ser aquela que se importará com o que você está fazendo agora, mesmo sabendo que está no sofá jogando videogame com algum amigo seu. Ou de não ser aquela que vai te perguntar com quantos pontos você está na tabela do novo jogo do PS2. Acho que, principalmente, temo por não ser aquela que vai ter a chance de gostar de você de qualquer forma, a qualquer hora.

Medo de perder a minha chance, medo de não poder te mostrar o quanto eu sinto por você e mais do que tudo: medo de te deixar ir embora sem saber o que te espera quando voltar.

Então, por favor, não vá ainda, me espera adormecer... assim não vou sentir tanto a sua falta.

** texto do http://sanitariofeminino.blogspot.com ** (adaptado)

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Pérolas do Chefinho

Chefe atrás de mim no computador... só bosbilhotando minhas janelas de messêne.

- Quem é esse?
- Ex.
- E esse?
- Cacho.
- Esse aqui é...?
- Pretendente.
- Que absurdo, LG!
- Mas olha... esse aqui é só amigo mesmo.

Depois...

- Eita, porra!
- Isso sim é uma linguagem rebuscada, apropriada para o "workplace", hein?

Finalmente...

- Boss, olha isso aqui!
* mostra mensagem no celular: "Tô sozinho. Vem pra cá." *
- LG, 'tá na hora de você ir pra igreja! Vai se confessar, exorcizar, qualquer coisa!!!

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Abuso: o preço do silêncio

Semana passada minha melhor amiga foi agredida pelo namorado. Além de dar todo um apoio pra ela, acabei tendo que lidar com velhos esqueletos escondidos no meu armário, o que fez com que de uns dias pra cá eu tenha andado mais pra lá do que pra cá.

E não, ela não fez B.O. E eu entendo o porquê. É uma mistura de raiva, frustração, decepção, humilhação e incapacidade tão grande que a única coisa que se quer é dormir. Por uns bons anos.

Como eu sei disso?

Bem... A minha primeira vez não existiu. Com 16 anos, fui ingênua em um acampamento e quem eu considerava meu melhor amigo me levou numa barraca bem rapidinho e abusou de mim, ébria e apavorada.
Em vez de me fechar, tive a reação contrária: virei uma pequena promíscua, o que fui até encontrar alguém que eu amasse. Dava realmente pra que eu quisesse, quase que mecanicamente, sem sentir direito o que estava fazendo. Acho que estava tentando afirmar que o corpo era meu e eu fazia o que bem entendesse com ele, mesmo que ele tivesse sido violado. Era meu. Só fui gozar com 20 anos - como foi bom! - e eu disse "eu te amo" sinceramente pela primeira vez.
De certa forma, esse trauma contribuiu para que eu me tornasse a mulher que sou hoje. Mas sou torta, fiz tudo ao contrário. O normal para uma garota que passa por isso é se fechar. A maioria das mulheres que foram abusadas fica com seqüelas psicológicas sérias. Isso porque, diante de um trauma tão violento, algumas pessoas escolhem esquecer a lidar com ele. Mas nada se esquece e nada passa; vai tudo ficando amontoado no subconsciente.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Mundo pequeno, blogosfera mínima!

O coelho e o urso estavam dando uma cagadinha no mato. O urso vira pro coelho e pergunta: "Você solta pêlos?" Ao que o coelho responde: "Não, eu sou macio e felpudo."

E >PLAFT!< o urso se limpou com o coelho.

Moral da história: tenha cuidado ao se gabar pros outros.

No outro dia, o urso encontra com o leão. O leão, faceiro, diz: "Aí, hein, ursão? Você, desse tamanho... quem diria! Ontem eu vi o coelhinho te comendo atrás da moita!"

Moral da história: tenha cuidado, sempre tem alguém mais filho da puta do que você.

Esta piada é a razão deste post. Cuidado! Sempre tem um F.D.P. vigiando.

Descobri isso hoje por e-mail. Um amigo me diz que conheceu fulano-que-me-conhece. Como assim? O cara entrou no perfil da namorada, tinha um recado de um cara. Foi no perfil do cara, tinha um recado (comprometedor, aliás) meu. Aí, o cara fuça e fuça e fuça... e pronto, já descobriu metade de coisas não-publicáveis da minha vida.

Ô mundinho pequeno, viu??

sábado, 13 de setembro de 2008

Dream On

Passeando de moto, depois do banho de cachoeira:

- Já está tarde, quer que eu te leve pra casa? Ou quer aproveitar as estrelas?
- Estrelas, sempre! Ainda mais que não é toda noite que consigo sair sem esquentar a cabeça...
- Há lindas estrelas no céu, no imenso azul. Te aponto algumas.
- Deixe ver se ainda sei identificar o Cruzeiro do Sul... acho que é aquela constelação ali...
- Isso mesmo! Você é boa nisso.
- Fui escoteira.
- Que lindo...
- Adorava essa vida... mas sempre chega uma hora em que escolhas têm que ser feitas...
mas é nessas horas que eu gosto de encontrar o Peter Pan e ir pra Terra do Nunca... lembrar como era ser adolescente.
- Sim, Wendy. Quer ir pra terra do nunca comigo? Ou sua sensatez te pesa como grilhões em Londres?
- Eu diria que fico com um pé lá e outro cá.
- Eu fico com os dois lá... existir é uma aventura surreal, não se pode levá-la tanto a sério.
- Eu não levo... muito.
- Sabe, como na literatura... romantismo e realismo não são correntes artísticas meramente. São perspectivas de vida, ambas corretas. Infelizmente a revolução industrial e sua avidez por produtividade e rentabilidade suprimiu a perspectiva romântica e criou um romantismo de supermercado vendido em filmes baratos e literatura de baixo nível. É tudo realista, quando não cinicamente romântica.
- O pior é que somos meio que "lobotomizados" a procurar por esse romantismo de farmácia...
- Podemos rir destes mecanismos. Veja o que fizemos hoje: transformamos um elemento que desumaniza as relações humanas em uma construção a dois de um conto de amor. Subvertemos a impessoalidade.
- É gostoso fazer isso... mas sempre tem a "realidade" por trás de tudo... e ela sempre cutuca meu ombro pra eu não esquecer que ela está ali ao lado.
- Mas são só alter-egos. Podíamos ir além, sem grandes consequências. Deixe-se levar pela fantasia.
- Nem sempre é simples assim... gostaria que fosse... mas eu tenho "o poder" de complicar até as coisas mais simples.
- O medo é um freio desnecessário. A vida é para se machucar, para sentir dor. Você só sabe o valor do doce quando prova o amargo. É preciso se deixar viver. Ou você não é uma beatnik?

** e o passeio continuou, emendado em um agradável "você é libertária e reacionária, um paradoxo ambulante" **

quinta-feira, 11 de setembro de 2008


Se você também sobreviveu a ativação do LHC e a um possível fim do mundo, participe da celebração e deixe um comentário escrito:


Eu sobrevivi! \o/


O Rene Fraga, o Bobagento e Os 3 Blogueiros também sobreviveram!

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Homenzarrão

Toca o telefone... "Thiago Motta chamando".

Que estranho! Logo cedo?? Deve ter acontecido alguma coisa!



- Alô?
- E aí, Luquinha?
- Tá tudo bem, Thi???
- Tá sim.
- Acabou de acordar, certo?
- Aham. E te liguei pra você ouvir minha voz de homem!
- Falou, hein, Darth Vader!

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Mega bão!

Imagine um grupo de amigos homens, sendo que dois deles vindos de Taboão da Serra. Junte a este grupo duas mulheres, 10 litros de vinho, 20 latas de cerveja, 1 garrafa de amarula e 1 garrafa de vodca... e mais 3 pizzas e muito salgadinho. Emende um PS2 e o famoso "Imagem e Ação". Pronto! Festa pra dois dias!

Tudo bem que do grupo, apenas os taboenses sobraram ao fim do sábado (ou começo do domigo?), o jogo sequer foi aberto e o PS2 ligado. Mas, claro, sempre alguma coisa acontece.

6 da manhã, hora de dormir. Eu no quarto e meninos na sala. Impossível dormir de início, meninos peidorreiros e risonhos. Até que o celular toca. SMS. Fui à sala mostrar pra um dos meninos.

Cena: Luca no escuro, de camiseta e calcinha da Mangueira. Trepada no sofá mostrando o celular. De repente ouve do ser dormente no chão: "Ôôôôôpaaaa!!!" Sem comentários.

Busco amiga no trabalho, volto pra casa e começa o surto.

ADAAAAAAAAAAM!!! Open the door!

Afinal, pra quê dormir, né?

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Porquê fugir de um homem?

Já estava pensando nisso ontem à tarde, sentada na praça com pães, Coca-cola 2L e AAAAAADAM!!! (eu trabalho sim, duvida?) Gerou-se uma discussão acalorada sobre "como identificar um homem não-prestável". E, depois de ler Feminices, resolvi até colocar as conclusões (concluídas com a ajuda de homens, vejam bem) aqui. Se QUALQUER uma delas bater com a "vítima da vez" (valeu, Leny!), fuja!


  • Mora a mais de 100km de distância.
  • Recebe menos da metade do seu salário.
  • Não sabe usar ponto final quando conversa.
  • Não gosta de futebol.
  • Você não tem coragem de andar com ele de mãos dadas na rua.
  • Peida e te faz cheirar.
  • Caga e te chama pra ver a "obra de arte".
  • Rói as unhas.
  • Faz as unhas.
  • Tira pêlos das sobrancelhas.
  • Não tira pêlos da orelha.
  • Não apara os pêlos do nariz.
  • Trepa sem te chupar.
  • Empurra sua cabeça na hora em que você está chupando.
  • Acha que pode usar óleo corporal onde se usa KY.
  • Depois de te comer pergunta se você gozou.
  • Não gosta de crianças e/ou animais.
  • Curte pagode e/ou axé.
  • Tem menos de 23 anos e mora sozinho.
  • Tem 30 anos ou mais e mora com os pais.
  • Tem 40 anos ou mais e nunca foi casado.

Edit:

  • Tem qualquer idade e é casado. (Boa, Rogério!)

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Já conversou com Deus?

Aqui, ó. Mas só em inglês.

Minha conversa com Ele:

Me: God!
God:GOD rules.
Me: always!
God:Not that often.
Me: how not?
God:What is it to you. I'll come back to that later.
Me: okay
God:OK with me too.
Me: will you make me happy?
God:Hmm. What are the ingredients?
Me: let me see... money, love, friends...
God:Go ahead, Luciara, try to see. I only hear that type of response less than five percent of the time.
Me: but you did not tell me
God:What makes you think I did not tell you?
Me: ill you make me happy?
God:Would you recommend this action to a friend?
Me: what action?
God:Your plan.
Me: plan???
God:Are you free?
Me: always
God:Not that often.
Me: i am free all the time
God:That is a lot. Are you free in the sense of being single or in the sense of being liberated?
Me: both
God:What are both like?
Me: i am single and liberated
God:Have you ever been married?
Me: never
God:So you think it can never happen?
Me: i do not know...
God:Me either.
Me: but you are god!
God:Yup. That's me alright.

(Re)Começando

Wow! Ontem o dia foi foda!

Primeiro, não existe mais dor de dente.

Segundo, encontrei minha casa nova... L-I-N-D-A!!!

Terceiro? Er... bem... sabe como é, né? Tem coisas que a gente guarda e só conta pros Top 3...

E, finalmente, tô velha. Écati!


Mas o sábado promete... haja expectativa e ansiedade nesse coraçãozinho!


** Hoje eu até me permito sentir saudades... daquele um que não fala comigo há um ano e meio... **

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Inferno Astral

Astrologicamente falando, o mês que antecede o aniversário é chamado de "inferno astral". É a época em que as merdas acontecem.

Nunca acreditei muito nisso... mas vai tomanucu, sifodê!

Fatos entre os dias 01/08 e 01/09: carro quebrou duas vezes; meu dente doeu por duas semanas; roubaram tudo o que tinha dentro do carro e entortaram minha porta; tomei um pé na bunda (ciúme sem motivo aparente do Menino Perdido); dei dois pés (faxina!!!) e rolou um terceiro pé... metadinha pra cada lado; me encantei e desencantei duas vezes.

E hoje, quando tudo parecia bem... chego em casa e... SURPRISE! YOU´RE DEAD!


Avá!



** Chega logo amanhã, pelamor! **

Canal

Normalmente me sinto com 16 anos. Hoje me senti com cinco.

Primeiro, a dentista só me atende se eu for acompanhada por um responsável. Questão de segurança.

Segundo... na hora de começar a tratar o canal, deu tremedeira, suei frio, coração acelerou... tomei a primeira anestesia, teeeeensa. E ela lá: mexe, fuça, pra lá, pra cá.

- Aiiiiiiiiiii!!!

Mais uma anestesia. Desta vez dentro do dente. Chorei que nem criança.

E, na hora da radiografia, ela pega na minha mão, faz carinho e diz: "Eu só vou até ali por causa do raio X, tá? Eu já volto, não precisa ficar com medo."

Dã!

** ridículo??? quase nada... **

domingo, 31 de agosto de 2008

Blog Day!

Pois é. Acabou agosto. E, no último dia de agosto é "comemorado" o Blog Day.

Desde 2005, hoje é comemorado o Blog Day, ou Dia do Blog (d’oh!). O desocupado inventor dessa data festiva escolheu 31/08 porque escrita assim, em números, ela lembra a palavra blog. No logo oficial é mais perceptível:


E, como sempre, tem uma "brincadeirinha" envolvida. Deve-se indicar cinco blogs e avisar aos autores destes antes do dia. Então, nem rolou. Aí, o que acontece é que depois eu mando os devidos e-mails. Vamos lá às indicações do ano:

Evolution 169: Só conhecendo o Nal pra entender. Vale pra dar muitas risadas de idéias cabulosas e disparates.

Melhores do Mundo: Onde tudo começou. Onde eu conheci os melhores amigos que tenho. Onde me mantenho informada sobre as nerdices da vida. Não é mais um blog, mas pra mim será sempre minha segunda casa.

Uarévaa: Amigos nerds vindos do MdM. Conspirações de Algures, explicações de Freud, baquetadas de Duende.

Tiras: Blog do cara que me ensinou a dar a risada macabra internética, depois de passar madrugadas rindo das histórias dele.

Trinta e Poucos: Indicando esses caras de novo. Muito bem humorado (apesar de terem zoado os gaúchos e os gremistas essa semana), dá pra perder uns bons cliques por lá.